Notícias - Eventos


31/10/2018 - 16h50

Comissão de Farmácia Magistral realiza atividades em Uruguaiana

Reunião aberta e curso sobre Fatores de Correção foram os atrativos da visita da Comissão a cidade do interior gaúcho na última segunda-feira. 

        Impresso


Comissão de Farmácia Magistral realiza atividades em Uruguaiana

Buscando a aproximação do Conselho com as comunidades do interior do estado, a Comissão de Farmácia Magistral do CRF-RS foi até Uruguaiana na última segunda-feira (29) para realizar algumas atividades na cidade. Primeiro, a Comissão se reuniu para discutir as pautas que serão trabalhadas até o final do ano, como fazer a revisão do Manual de Geriatria em parceria com a Comissão de Gerontologia.

Depois, a reunião foi para Unipampa e ficou aberta para profissionais e estudantes. No encontro, a presidente da Comissão, Sônia Nehme, explicou o trabalho realizado, qual é a função da Comissão no Conselho e quais são as ações realizadas. 

Finalizando o dia de atividades, o curso Fatores de Ativos tomou conta de uma sala da Universidade. Segundo a vice-presidente da Comissão, Ana Lúcia da Silveira Garrastazu Pereira, comentou que “o curso foi muito bem recebido pelo público presente. Contamos com uma participação expressiva de estudante e profissionais da cidade e região. É importante esse tipo de atividade para aproximar o CRF-RS desses farmacêuticos”, afirmou. 

Sobre a Comissão de Farmácia Magistral:

A Farmácia Magistral é uma das importantes áreas de atuação do profissional farmacêutico, onde ele é responsável por garantir tecnicamente a preparação dos produtos farmacêuticos com individualidade, priorizando que sejam manipulados com total qualidade e segurança.

A Comissão de Farmácia Magistral do CRF-RS tem como principais funções:

- Assessorar a Diretoria do CRF em questões referentes ao âmbito de atuação do farmacêutico;

- Possibilitar uma maior integração com os colegas do interior e da capital com o intuito de conhecer suas necessidades e tentar supri-las;

- Apoiar atividades técnico-científicas relacionadas com a promoção e prevenção da saúde, sempre com a inserção do farmacêutico;

- Apoiar e/ou realizar cursos e palestras com o propósito de ampliar e qualificar os conhecimentos do profissional magistral, inclusive na Semana do Farmacêutico;

- Elaborar (cartilhas, panfletos, etc) com instruções sobre medicamento manipulado, uso racional de medicamentos, interações medicamentosas, e outras afins;

- Promover encontros com os Conselhos Regionais de classes prescritoras para promover o Farmacêutico magistral;

- Atuação junto à Diretoria do CRF/RS e Conselheiros Regionais, solicitando Plenárias para que levem as reivindicações do setor magistral para o CFF e órgãos reguladores.






Encontrou algum erro ou conteúdo desatualizado em nosso site? - Clique AQUI e reporte para nossa área de qualidade.